skip to Main Content

ÚLTIMAS LIMA NEWS

Gerenciar O Estoque De Um Comércio

Saiba como gerenciar o estoque de um comércio

Saber como gerenciar o estoque de um comércio é uma tarefa essencial para todo administrador!

Isso porque um estoque bem organizado reflete diretamente nas finanças da sua empresa. É onde os itens que você vende ficam armazenados, e esses produtos são a alma do que você faz.

Então, que tal aprender a gerenciar o estoque de um comércio de forma eficiente e garantir que o seu trabalho flua da melhor forma possível?

Vamos às dicas!

1 – INVESTIGUE E AVALIE

A primeira etapa para gerenciar o estoque de um comércio é fazer um levantamento de todos os produtos que estão disponíveis.

A partir daí, você poderá separá-los de acordo com as seguintes categorias:

  • Os produtos que representam a especialidade do seu negócio;
  • Itens sazonais;
  • Produtos com maior saída;
  • Produtos com baixa saída.

Dessa forma, você irá otimizar todo o processo de armazenagem, manuseio e deslocamento desses produtos, garantindo um excelente gerenciamento de estoque!

Se você ainda não tem total certeza de quais são os produtos que tem a maior saída, o ideal é fazer um controle de fluxo de caixa e compreender o que está sendo vendido com maior frequência, para assim organizar tudo da forma que deve ser.

No caso dos produtos que representam a especialidade do seu negócio, o famoso “carro-chefe”, será preciso garantir sua disponibilidade. Isso quer dizer que esses itens deverão estar sempre disponíveis para compra, a fim de cumprir o que o seu comércio promete e não trazer prejuízos à imagem da sua empresa.

Os produtos sazonais são aqueles comercializados em períodos específicos do ano, especiais de Páscoa, Natal, Halloween, Dia das Mães, etc.

Os produtos com maior saída devem estar sempre disponíveis no seu estoque, assim como aqueles que representam a imagem da sua marca. Isso porque esses são os maiores geradores de receita no seu negócio, geralmente.

Os produtos que possuem baixa saída não precisam ser adquiridos constantemente. Isso causa um excesso de mercadorias estocadas e pode resultar em prejuízos.

Se existe um acúmulo de produtos com baixa saída, o ideal é criar promoções e tentar se livrar do excesso sem que você e o seu negócio fiquem no vermelho.

2 – A LOGÍSTICA DEVE SER IMPECÁVEL

Ao organizar os produtos no estoque da maneira correta, será mais fácil para manuseá-los e deslocá-los.

Porém, é preciso ir além e registrar todas as informações relacionadas aos produtos, incluindo as entradas e saídas, o responsável por colocar os produtos no estoque, etc.

Também é bastante válido possuir um arquivo com todas as solicitações de produtos, quando existe a requisição de retirada do estoque para vendas ou transferências.

Uma planilha ou sistema para controle de estoque será de grande ajuda para cuidar dessa parte. O controle de estoque manual está sujeito a riscos, e a utilização de sistemas informatizados reduz essas possibilidades, garantindo agilidade, assertividade, economia e segurança!

3 – REGISTRO DETALHADO

Não adianta cuidar do estoque, separar os produtos e manuseá-los corretamente, caso o registro desses itens não for feito da maneira correta. Para garantir que tudo esteja devidamente registrado, será preciso ter diversos detalhes sobre o produto.

No caso da utilização de um software, fica mais fácil inserir essas informações, mas isso não significa que você não possa inserí-las em uma planilha do Excel, por exemplo.

Informações como o código do produto, a unidade de medida (kg, unidade, ml, etc), sua localização, quantidade disponível e o custo médio para a sua aquisição devem estar entre os detalhes.

Se você utilizar essas dicas, conseguirá gerenciar o estoque do seu comércio com sucesso, o que facilitará – e muito – o processo de venda!

Em caso de dúvidas, não deixe de entrar em contato com a Lima. Será um prazer ajudá-lo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top